Sentia-me frustrado. Tudo me derrotava.
Bukowski.  (via velejo)
Um dia você significa tudo pra uma pessoa, no outro parece que nunca significou nada.
Ana Caroline.   (via alentador)
Sou aquele tipo de pessoa que morre de amor. Sim, morro de amor mesmo, morro de felicidade também, morro de tristeza, morro de cansaço, morro de rir. Entendeu né? Ponho intensidade em tudo.
Gabriel Silva.    (via alentador)
Se toda aquela tempestade não passar, transforme a chuva em sua amiga e brinque com os raios e trovões que tanto te assustam.
Romeuemcrise.    (via florestares)
Eu não acho que seja possível preencher um espaço vazio com aquilo que você perdeu. Não acho que nossos pedaços perdidos caibam mais dentro da gente depois que eles se perdem. Agora foi a minha ficha que caiu: se eu de alguma forma a tivesse de volta, ela não encheria o buraco que a perda dela deixou.
O Teorema Katherine   (via ireverente)
Uma coisa é certa: ficar sentado se sentindo infeliz não vai mudar nada.
O Menino Do Pijama Listrado.   (via florestares)
O mundo inteiro é um saco de merdas se rasgando. Não posso salvá-lo. Sei que nos movemos em direção à miragem, nossas vidas são desperdiçadas, como as de todo mundo. Eu sei que nove décimos de mim já morreram, mas eu guardo o décimo restante como uma arma.
Charles Bukowski.  (via danificar)
Posso viver sem a grande maioria das pessoas. Elas não me completam, me esvaziam.
Charles Bukowski.    (via senti-mentalizar)
Tô numa fase da minha vida que não to mais fazendo questão de nada. Se quiser ficar aqui, tudo bem. Se não, amém.
Caio Fernando Abreu.  (via florestares)
Não há nada como a respiração profunda depois de dar uma gargalhada. Nada no mundo se compara à barriga dolorida pelas razões certas.
As Vantagens de ser Invisível.  (via ergueu)
Pequenos versos.
Grandes declarações.
Pedro Schier.  (via reprovador)
— Oi, lembra de mim?
— Não, quem é você?
— Eu sou aquele que ficava do seu lado quando o mundo te esquecia.
Desconhecido.  (via repouse)
Acho que estou andando pra frente. Ontem ri tanto no jantar, tanto que quase fui feliz de novo. Ouvi uma história muito engraçada sobre uma diretora de criação maluca que fez os funcionários irem trabalhar de pijama. Mas aí lembrei, no meio da minha gargalhada, como eu queria contar essa história para você. E fiquei triste de novo (…) Quase consigo me animar com essa história, mas me animar ou gostar de alguém me lembra você. E fico triste novamente. Eu achei que quando passasse o tempo, eu achei que quando eu finalmente te visse tão livre, tão forte e tão indiferente, eu achei que quando eu sentisse o fim, eu achei que passaria. Não passa nunca, mas quase passa todos os dias.
Tati Bernardi (via alentador)
ai a pessoa que você ama, fala com a pessoa que você odeia e você nem sabe quem matar primeiro